ACRE

Enfermeira da Sesacre recebe em janeiro salário de R$ 34,5 mil; governo tenta justificar

13 Fev de 2020do YacoNews

A enfermeira Maria Inês Araújo da Silva recebeu em janeiro deste ano salário bruto no valor de R$ 34.592,83 – pouco menor que o do governador Gladson Cameli, de R$ 35,4 mil. Ela está lotada na Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), e até o mês passado, segundo informação do Portal da Transparência, exercia cargo de chefe de departamento.

Consultada sobre o assunto, a porta-voz do governo, Mirla Miranda, enviou a seguinte nota à reportagem:

“A diretora recebeu retroativo referente a um mês e meio, pois quando assumiu o cargo, a folha já havia fechado. Reforçando que no mês anterior de sua nomeação, não recebeu seus proventos (o grifo é nosso). O valor líquido corresponde a R$ 26.250,73”.
Ocorre, porém, que o próprio Portal da Transparência mostra que em dezembro do ano passado (ao contrário do que alega o governo), Maria Inês recebeu seu salário relativo ao exercício do cargo de chefe de departamento, no total bruto de R$ 9.749,00.

A porta-voz voltou a afirmar que a enfermeira “era chefe de departamento” e que “Passou a ser diretora dia 06 de novembro de 2020”, dando margem à interpretação de que Maria Inês acumulou os proventos de chefe de departamento e diretora, uma vez que em janeiro recebeu retroativo os valores referentes ao segundo cargo, sendo que já havia embolsado, em dezembro, o salário relativo ao primeiro. 


Fonte: Diário do Acre

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.