ACRE

Governo diz que passagens da família de Gladson para o exterior não foram custeadas com dinheiro público

14 Out de 2019 do YacoNews

Em resposta à matéria divulgada, o Secretário de Estado da Casa Civil, José Ribamar Trindade de Oliveira, enviou uma nota de esclarecimento para dizer que as passagens do governador Gladson Cameli e do chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, foram custeadas pela empresa Magirus. “Quanto às passagens da primeira-dama do estado, Ana Paula Cameli e de Guilherme Cameli, as mesmas foram custeadas pelo próprio governador Gladson Cameli, não gerando gastos para os cofres públicos”, afirma Ribamar.

Sobre os supostos gastos irregulares com recursos públicos relacionados a diárias para profissionais em missão para Alemanha e Itália, a nota relata que “conforme previsto no art. 32, inciso III, alínea “f”, da Lei Complementar n°. 355/2018, alterada pela lei 359/2019, dentre as várias atribuições da Casa Civil, encontra-se o assessoramento ao governador do Estado em agendas de missões nacionais e internacionais”.

Entenda

Além de Cameli, embarcaram com destino a Europa, a esposa Ana Paula Cameli, o filho Guilherme, os secretários Ribamar Trindade (Casa Civil), Silvânia Pinheiro (Comunicação), os ajudantes de ordens: Amarildo Martins Camargo, Carlos Augusto da Silva Negreiros (Gabinete Militar), Marcos Roberto da Silva Coutinho (Corpo de Bombeiros); e ainda, Carlos Batista da Costa (Comandante do Corpo de Bombeiros), Carlito Cavalcanti (Diretor do IMC), a assessora Julie Messias (consultora ambiental) e a digital influencie, Iraci Magalhães Messias Coelho.

Quatro dias depois que retornou da Alemanha, o governador Gladson Cameli embarcou para os Estados Unidos, em mais uma agenda ambiental com os mesmos temas alegados durante o encontro com o banco KFW, entre os eventos da Semana do Clima de Nova Iorque (Climate Week The New York).

Para esse encontro em Nova Iorque o governador levou além da família, o representante do escritório político em Brasília, Ricardo França e a diretora técnica da Casa Civil, Paula de Barros, e ainda, a diretora Técnica do Instituto de Mudanças Climáticas de Regulação de Serviços Ambientais – IMC, Julie Messias. Pela secretaria de comunicação foi enviada a porta-voz Mirla Miranda. Ela aparece nas fotos divulgadas pela estatal de comunicação junto com o representante de Brasília, Ricardo França.


As constantes viagens ao exterior geraram um requerimento na Assembleia Legislativa pedindo explicações à Casa Civil das pautas atendidas nas agendas pelos hemisférios norte e europeu. O deputado Daniel Zen (PT) chegou a protocolar requerimento, solicitando detalhes dos compromissos do governador no exterior. A aprovação do documento foi derrubada a pedido da Casa Civil.


Com informações do ac24horas

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.