SENA MADUREIRA

Mazinho: “não terão a metade dos meus votos”

11 de Junho de 2019 YACONEWS

O prefeito Mazinho Serafim em todas as pesquisas realizadas até aqui sempre aparece entre os três prefeitos mais bem avaliados do Acre. Some-se a isso o fato de ser político na essência e saber fazer política como poucos. Não foi por acaso que elegeu a mulher Meire Serafim (MDB) a mais votada deputada estadual do Acre. Mazinho é de conversa franca. Sobre a oposição não teme o movimento de unidade entre seus integrantes, buscando fazer uma frente única para lhe derrotar. É taxativo: “não vão ter a metade dos meus votos”. E tem razão de estar otimista. Dentro do pacote de obras que tem na sua mesa está o asfaltamento este ano de 40 ruas, uma parte com a tecnologia revolucionária de pavimentação usada em Cruzeiro do Sul e o restante com asfalto quente da usina da prefeitura. Sobre a ajuda do governo diz que é um passo, mas os poucos mais de 800 mil reais prometidos e ainda não liberados, são promessa de campanha, mas ressalva que é um montante irrisório perto do que liberaram em emendas parlamentares os deputados federais Flaviano Melo (MDB) e Jéssica Sales (MDB). “A Jéssica em dois anos deixou mais de 8 milhões de reais. O Flaviano passa de 9 milhões, cita.” Dos 878 mil reais a serem repassados para a prefeitura pelo governo, 30% será usado na recuperação de máquinas, e o restante em torno dos 630 mil que vai sobrar dá para comprar combustível para abrir apenas metade dos ramais”, explica. Citou ainda o senador Sérgio Petecão (PSD) que também tem destinado emendas à prefeitura, assim como o Major Rocha quando foi deputado federal. Com os investimentos que virão do governo federal, Mazinho promete transformar Sena num canteiro de obras. Mesmo na crise é um otimista. É este otimismo que o deixa numa situação de não ser nada fácil de ser batido na eleição de 2020 pelos seus adversários.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.