BRASIL

Juntos há 50 anos, idosos internados no mesmo hospital morrem com cinco minutos de diferença

11 de Junho de 2019 YACONEWS
Em cinco minutos, duas mortes interromperam um casamento de 50 anos e quebraram com a rotina do Hospital Vicente de Paulo, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. A equipe do local ficou comovida com o tempo que separou os falecimentos de Delvino Zanco, com 74 anos, e Maria Soleni Zanco, de 72, juntos há meio século.
O portal da RedeTV! conversou com a assessoria de imprensa do hospital onde ambos estavam internados. De acordo com a instituição, Delvino partiu às 9h25 da última segunda-feira (10). Ele foi internado com risco no dia 31 de maio devido a uma complicação de seu quadro de leucemia e por causa de uma pneumonia que contraiu.
Maria, por outro lado, morreu às 9h30, também devido a uma pneumonia. Ela foi hospitalizada seis dias depois do marido, com uma condição bastante delicada, já que tinha um histórico de três AVCs e dependia de cuidados especiais.
A assessoria do hospital informou que o casal estava internado no mesmo corredor, embora em quartos separados, e que, ao contrário de Delvino, Maria não estava totalmente lúcida e não tinha tanta consciência do estado de saúde do marido. Certa vez, contudo, a idosa reagiu quando soube do quadro dele. "Um dia a filha dela disse que Delvino estava internado lá e a respiração da paciente diminuiu", relatou a instituição.
As mortes com apenas cinco minutos de diferença comoveram enfermeiros e médicos no hospital. "Foi um momento diferente na rotina", disse a assessoria do hospital.
Exemplo de amor

O casal deixou três filhos, quatro netos e dois bisnetos. Em entrevista ao portal Zero Hora, alguns dos filhos e netos falaram sobre a relação dos idosos com a família. "Eles sempre ajudaram todo mundo, o vô era alegre, brincalhão. E a vó sempre foi guerreira, lutou para nos dar tudo de bom", disse Chaiane Zanco Pereira, 24 anos.

Na juventude, Delvino era pedreiro, enquanto que Maria, cuidadora de idosos. Após uma vida de batalha, e sem luxo, eles deixaram de exemplo o amor. "Eles partiram e deixaram um exemplo de que a vida não é riqueza nem dinheiro. É amor, sentimento e união", disse Silvia, uma das filhas do casal. "Eles viveram uma vida simples, mas de muito amor", completou Chaiane.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.