POLITICA

Senadora conhecida como "Moro de Saias" é cassada por crime de caixa 2

10 Abr de 2019 do YacoNews

 A senadora Selma Arruda (PSL-MT), apelidada de “Moro de saias” do Mato Grosso, foi cassada na tarde de hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado. Para os desembargadores, ficou comprovada a prática de caixa 2 na campanha de Selma de 2018, além de abuso de poder econômico.
 Os magistrados entenderam que a senadora gastou R$ 1,2 milhão de maneira irregular. Selma pode recorrer da decisão e pedir para permanecer no Senado até que seu recurso seja julgado.
Juíza aposentada, Selma passou a ser comparada com o então juiz da Lava-Jato Sergio Moro, depois de mandar prender políticos do Estado como o ex-governador Silval Barbosa (MDB) e o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), José Geraldo Riva. Ambos se tornaram delatores.
O ex-ministro José Eduardo Cardozo assistiu o julgamento e falou na tribuna. Ele é advogado de Carlos Fávaro (PSD), terceiro colocado na disputa do Senado de Mato Grosso. Cardozo defendeu que seu cliente ocupe a vaga de Selma até que uma nova eleição aconteça, já que tanto ela quanto seu suplente foram cassados.
O advogado usou como argumento o equilíbrio federativo e defendeu que o Estado não pode ficar com uma das três cadeiras que tem no Senado vaga. O relator acolheu o pedido mas os outros desembargadores o negaram.


0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.