POLITICA

Senadores acreanos não assinam documento por CPI que investiga ministros do STF

19 Mar de 2019 do YacoNews

O senador Alessandro Vieira (PPS-SE) protocolou, nesta terça-feira, 19, o requerimento para que o Senado instale uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) e tribunais superiores.

Vieira conseguiu 29 assinaturas de senadores, apenas dois a mais que o mínimo necessário para criação de um CPI. Os senadores do Acre, Sérgio Petecão (PSB) e Márcio Bittar (MDB) não apoiaram a criação da comissão.

Se autorizada, a CPI da Lava Toga, como vem sendo chamada, terá direito a 10 membros titulares, seis suplentes, um prazo de 120 dias de atuação e R$ 30 mil de recursos.

Além de Alessandro Vieira, assinaram o requerimento Jorge Kajuru (PSB-GO), Selma Arruda (PSL-MT), Eduardo Girão (PODE-CE), Leila Barros (PSB-DF), Fabiano Contarato (Rede-ES), Rodrigo Cunha (PSDB-AL), Marcos do Val (PPS-ES), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Styvenson Valentim (PODE-RN), Alvaro Dias (PODE-PR), Reguffe (sem partido-DF), Oriovisto Guimarães (PODE-PR), Cid Gomes (PDT-CE), Eliziane Gama (PPS-MA), Major Olímpio (PSL-SP), Izalci Lucas (PSDB-DF), Carlos Viana (PSD-MG), Luiz Carlos Heinze (PP-RS), Esperidião Amin (PP-SC), Jorginho Mello (PR-SC), Telmário Mota (PROS-RR), Soraya Thronicke (PSL-MS), Elmano Férrer (PODE-PI), Roberto Rocha (PSDB-MA), Mara Gabrilli (PSDB-SP) e Flávio Arns (Rede-PR).

Os senadores ainda podem retirar suas assinaturas.

Esta é a segunda vez que Vieira apresenta o requerimento neste ano. Da primeira vez, três senadores retiraram suas assinaturas, o que inviabilizou a criação da CPI.




Fonte: Juruá em Tempo

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.