DESTAQUE

RESENHA com Everaldo Cardoso

11 Mar de 2019 do YacoNews

Eleições 2020!

Diz o adágio popular que nesse país tudo começa depois do carnaval. Na política de Sena isso não é a regra. Aqui blocos e escolas nunca param. Os grupos políticos com seus devidos caciques estão em constante ebulição, mais percebe-se que nem todos estão atentos para um ‘‘detalhe’’ que é a mudança na regra do jogo para as eleições municipais de 2020.

Fim das coligações proporcionais!

O sistema de coligações para as candidaturas proporcionais, como vereador, deixará de existir nas eleições municipais de 2020. Ou seja, não haverá mais coligações. As coligações vão ser possíveis somente para os cargos majoritários, a disputa para prefeito nas próximas eleições. Com o fim das coligações vão se eleger os candidatos mais votados dentro dos seus partidos, desde que o partido consiga atingir o quociente eleitoral.

Dirigentes partidários não terão vida fácil!

A nova regra vai exigir dos dirigentes dos partidos, que estruturem suas siglas bem como um melhor preparo para arrebanhar novos filiados e Candidatos com potencial

ideológico para defender a agremiação. Sem falar na árdua missão de cumprir com a cota de 30% de candidatos do sexo feminino.

Candidatos à reeleição!

A situação dos candidatos à reeleição ao que parece será uma missão mais complicada, com as mudanças na regra do jogo eles terão que incentivar novos candidatos á entrarem na disputa. Disputa essa que será direta com eles. A indagação que fica é: será que surgirão corajosos dispostos a disputar com quem já tem um mandato e certa estrutura?

Candidatos serão mais exigidos!

As novas regras exigem para eleição dos candidatos desempenho mínimo nas urnas, isto é, para se eleger, o candidato deverá atingir 10% dos votos do coeficiente eleitoral exigido para a referida eleição. “Um exemplo: Se temos dez cadeiras e 100 mil votos válidos, logo o quociente partidário será de 10 mil.”. Isso quer dizer que a cada 10 mil votos o partido tem direito a uma cadeira. Entretanto só poderão ser eleitos os candidatos que atingirem 10% do quociente eleitoral, que neste exemplo é de no mínimo 1 mil votos para ser eleito.

Cota feminina!

O Dia Internacional da Mulher foi comemorado nesta Sexta-Feira (8), e as eleições de 2020 serão um novo teste para a lei que prevê cota para mulheres candidatas. A lei em vigor atualmente prevê que pelo menos 30% dos candidatos deve ser do sexo feminino. Resta saber se veremos as mulheres despertarem para política em Sena Madureira.

Começou a disputa majoritária!

Tão logo acabaram as eleições de 2018, já se viu o reeleito Dep. Estadual Gerlen Diniz (PP) anunciando para os seus que seria candidato a prefeito. Logo isso se tornou público dando inicio a uma guerra entre ele e o atual prefeito Mazinho Serafim (MDB).

Gerlen ganhou o primeiro Round!

Nessa disputa o deputado Gerlen ganho o primeiro round do prefeito Mazinho ao conseguir alocar seus apadrinhados na estrutura do governo Gladson Cameli (PP). Mais ainda, Diniz emplacou os seus exatamente onde era a ‘‘menina dos olhos’’ de Serafim.

Mazinho aliviado!

Após perder a guerra de indicações no que era considerada a menina dos olhos (Rádio Difusora e Núcleo de Educação), Serafim tem espaço na programação das Radio Aldeia FM, Difusora e conta com matérias exclusivas no Jornal Difusora. Depois que o Vereador Silvano Farias pediu Exoneração do núcleo da educação por supostas interferências de familiares, vereador do grupo de Diniz as ruas ecoam um desgaste para Diniz no que suou como um projeto de família, deixando Mazinho aliviado com esse possível desgaste de seu oponente.

A disputa vai ampliar!

Engana-se quem pensa que a disputa para a prefeitura de Sena está restrita apenas a Mazinho e Gerlen. Tem vários nomes se articulando e alguns ´´CACIQUES`` Grandes se reunindo para definir posicionamentos e rotas a seguir na disputa.

Perdeu!

Após vinte (20) anos no ar, Radio Difusora perde um dos seus maiores comunicadores, Ronaldo Duarte. O ‘‘boiadeiro derramado’’, como se notabilizou nos últimos dois anos na programação da Aldeia FM. Duarte foi para Rio Branco, não se sabe ao certo os motivos que levaram Ronaldo a tomar esta decisão, os bastidores comenta-se ao menos duas motivações diferentes, o certo é que Ronaldo Duarte deixou uma grande lacuna nos quadros da emissora.

Próxima!

Na próxima SEMANA essa coluna trará novidades sobre esses bastidores... aguardem!

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.