POLICIAL

No AC, mais de 30 mortes violentas foram registradas no mês de janeiro de 2019

01 Fev de 2019 do YacoNews

O Acre registrou 32 mortes violentas durante o mês de janeiro de 2019, segundo informou a Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Acre (Sejusp).

Em comparação ao mesmo período do ano a passado, houve uma redução,pois em janeiro do ano passado foram registrados 52 homicídios e dois latrocínios.

Ainda segundo as informações da Segurança Pública, destes 32 assassinatos, 21 ocorreram em Rio Branco. Em 2018, foram 31 casos registrados só na capital acreana. A redução dos assassinatos em todo estado é de 37,25%. Já na capital, a redução é de 29,03%.

A maioria das mortes ocorreu entre jovens do sexo masculino com a idade entre 18 a 20 anos. Foram oito ao todo. Maiores de 40 anos, foram registradas quatro mortes no estado.

Homicídios

Só no último final de semana, foram registradas cinco mortes que começaram na sexta-feira (25). Uma das vítimas foi identificada como Mateus Melo da Silva. O crime ocorreu no Ramal da Judia, região do Belo Jardim, em Rio Branco.

Ainda na sexta, os cunhados Fernando Nascimento da Silva e Cristina Reis de Souza, ambos de 18 anos, foram assassinados durante a noite. O crime ocorreu na Rua do Futuro, bairro Taquari, em Rio Branco.

Na tarde do sábado (26), o jovem Jairo Azevedo de Souza, de 23 anos, foi morto na Rua Cruzeiro do Sul, no Conjunto Esperança, em Rio Branco. De acordo com informações do Ciosp, Souza estava em um salão quando foi surpreendido pelos criminosos.

Já no domingo, o corpo do adolescente Daniel Andrade Lira, de 16 anos foi achado no km 3, do Ramal do Mutum, em Rio Branco. A família do rapaz fez o reconhecimento na noite da segunda (28) no Instituto Médico Legal (IML).

Os primeiros registros do ano

Antônio Barreto da Silva, de 52 anos, foi achado morto na manhã do dia 2de janeiro, na Rua Imbaúba, bairro Montanhês, em Rio Branco. Segundo o Ciosp, Silva foi arrancado de dentro de casa e morto a golpes de arma branca e ripas.

O agricultor Custódio Silva, de 41 anos, foi achado morto dentro da casa onde morava com a esposa também no dia 2, na zona rural do município de Epitaciolândia, interior do Acre. O homem foi atingido com uma facada no estômago.

O corpo do colono José Francisco Silva de Melo, de 32 anos, foi encontrado com perfurações de arma de fogo no rosto e nos braços.Segundo a Polícia Civil do Acre, a vítima e o suspeito teriam se desentendido durante uma bebedeira.


Por Alcinete Gadelha, G1 AC 

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.