ACRE

Secretaria de Saúde anuncia processo seletivo simplificado para contratação e 350 profissionais

18 Jan de 2019 do YacoNews
Foto: Contilnet

Para suprir a demanda de profissionais na saúde, o secretário de estado, Alysson Bestene, disse em entrevista coletiva, na tarde de quinta-feira (17) no Gabinete Civil, que está sendo estudada a possibilidade da realização de um processo seletivo simplificado para a contratação de médicos e outros profissionais em substituição ao que ele classificou como “contratos precários” do Pró Saúde.

“São 350 profissionais nessa condição e na saúde é como se tivéssemos que trocar o pneu furado com o carro andando, mas temos que solucionar. Ainda estamos fazendo um levantamento do que realmente precisa. Estamos tendo todo cuidado para manter não só os profissionais atendendo mas também todo o aparato de medicamentos, material médico- hospitalar e o que mais for preciso para o atendimento nas unidades de saúde.”, acrescentou.

Em relação aos profissionais, o secretário informou que os contratos emergenciais efetuados no governo anterior, por meio do Pró-Saúde, acabaram se arrastando por dois anos com previsão de término para o dia 31 de dezembro passado. “Envolvemos os órgãos que controlam, como o Ministério Público, para que os contratos fossem renovados até 02 de fevereiro, pois o déficit destes profissionais causaria um colapso na saúde e agora estamos trabalhando com a possibilidade de fazer o concurso para manter esse pessoal e com o olhar sensível para a saúde para que não haja impacto nos atendimentos ou a descontinuidade dos serviços.”, informou.

Como o orçamento do estado só “abre”, a partir do dia 20, apenas após esta data o gestor saberá o que tem disponível em termos de receita para custeio da manutenção das unidades hospitalares e as de pronto atendimento (Upas), bem como para o pagamento dos salários que estão atrasados, entre outras pendências.

“A dívida do estado com os servidores contratados pelo Pró Saúde, gira em torno de R$ 6 milhões e o pagamento do mês de dezembro de 2018 ainda não havia sido empenhado. É mais um déficit para o orçamento de 2019. Estamos aguardando o repasse destes recursos para pagar o pessoal, mas vamos conversar primeiro com os sindicatos e depois divulgar a data destes pagamentos.”, disse

Lamlid Nobre

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.