ACRE

Prepare o Bolso: Justiça derruba liminar que suspendeu aumento da energia elétrica, conta ficará mais cara

29 de Jan de 2019 do YacoNews

Uma decisão do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1) derrubou nesta segunda-feira, dia 28, a liminar que impedia o reajuste da tarifa de energia elétrica para os consumidores do Estado do Acre, relativo ao ano de 2018. O reajuste margeia os 21%, e deixou as instituições e consumidores assustados.

A baixa da liminar foi confirmada nesta terça-feira, dia 29, pela Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre). O reajuste, portanto, passa a ser aplicado novamente a partir desta terça. O repasse do reajuste será feito de forma gradativa, conforme orientado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Em nota, a Energisa, empresa administradora da Eletroacre, informou que ainda este ano investirá “R$ 228 milhões em melhorias da rede de distribuição”, visando “oferecer energia segura e de qualidade, contribuindo para o conforto” dos acreanos que consomem o serviço.

A liminar que impedia o aumento no custo da energia elétrica foi solicitada pelas defensorias públicas do Acre e da União, na segunda quinzena de dezembro, e acabou deferida pela Justiça Federal no Acre. Agora, em instância superior, a decisão acreana caiu. Além de impedir a elevação da tarifa, os defensores pediam uma indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 15 milhões.

De acordo com a Aneel, o reajuste foi calculado com os resultados do deságio do leilão, o que resultou em redução do índice tarifário em 3,42 pontos percentuais, com isso, o aumento que teria o efeito médio inicial de 24,71% ficou em 21,29%. Para os consumidores residenciais, o aumento será 19,60%.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.