SAÚDE

Ampliação do horário de atendimento em postos de saúde será prioridade, diz Mandetta

03 Jan 2019 do YacoNews

O novo Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta anunciou vacinação, redução nas filas dos hospitais e ampliação do horário de atendimento em postos de saúde como prioridade nos 100 primeiros dias de gestão.

 Cada projeto será implementado inicialmente em um estado da federação, como uma espécie de piloto.

 O Rio de Janeiro receberá as primeiras ações com relação ao atendimento hospitalar, em seis unidades de responsabilidade da União.

 São os hospitais federais de Ipanema, Bonsucesso, Lagoa, Andaraí, Cardoso Fontes e dos Servidores do Estado.

 Segundo Mandetta, haverá um choque de gestão, como a intervenção nas compras para redução de custos e transparência no acesso aos serviços hospitalares.

 O novo ministro falou sobre o controle das milícias nas filas de cirurgia.

 A ação de imunização será iniciada em Roraima.

 O estado é a porta de entrada de milhares de venezuelanos que migram para o Brasil, e vive um surto de sarampo, que se estendeu para região amazônica e para os demais estados brasileiros.

 Para Mandetta, a doença se espalhou devido ao baixo índice de vacinação no país.

 A terceira medida anunciada pelo novo ministro é reestruturação da Atenção Básica. O estado que receberá as primeiras ações ainda não foi definido.

 Entre as medidas, Mandetta destaca a ampliação do horário de atendimento das Unidades Básicas de Saúde, que inclui um terceiro turno de funcionamento.

 Sobre o preenchimento de vagas do programa mais médicos, o novo ministro afirmou que estuda propostas como a rotatividade de médicos e o aproveitamento de profissionais que servem ao Exército para as áreas de pouco interesse dos profissionais ou de difícil acesso.

 A pasta manteve a Secretaria de Saúde Indígena, mas o novo ministro fala em reestruturação. Segundo ele, os resultados da área não representam o montante investido.

 Deputado Federal, pelo DEM de Mato Grosso do Sul, Luiz Henrique Mandetta é médico, especialista em ortopedia pediátrica. Tem 53 anos e nasceu em Campo Grande, capital sul-mato-grossense.

 Foi secretário de Saúde da sua cidade natal. Elegeu-se deputado federal em 2010 e em 2014. No ano passado, não disputou as eleições. Mandetta tomou posse nesta quarta-feira (2), na sede do ministério da saúde, em Brasília.

EBC

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.