ACRE

Após acidente com criança no AC, bombeiro recomenda não utilizar álcool para fazer fogo

 26 Dez 2018 do Yaco News

Usar álcool para começar fogo é um perigo e deve ser evitado. A recomendação é do major do Corpo de Bombeiros do Acre Cláudio Falcão, após o acidente com álcool no restaurante da sede da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), em Rio Branco, que deixou uma criança de 5 anos com queimaduras de 2º grau.

A menina e três adultos sofreram queimaduras, no sábado (22). O acidente aconteceu no momento em que um funcionário manuseava um frasco de álcool. A garota foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Criança para evitar infecções.

Conforme o major, o álcool tem uma alta concentração e causa explosões durante o uso. Segundo ele, o uso do álcool líquido foi substituído pelo álcool em gel.

"O álcool líquido foi proibido de ser vendido em comércio porque é muito perigoso. O grande risco é porque tem chama invisível, então, as pessoas acham que não tem chama naquele local, alimentam mais ainda o fogo, às vezes com a própria garrafa, e causam esse tipo de explosão", complementou.

Versões

O presidente da AABB, Walter Luiz Ferreira, afirmou que ainda não conversou com o churrasqueiro para saber o que de fato ocorreu no dia. Porém, há duas versões para o caso e as duas incluem a utilização do álcool.

“Uma das versões é que ele foi abastecer o rechaud [recipiente para manter comida quente] e estourou. A outra é que ele foi jogar álcool na churrasqueira. Não tinha como acontecer aquilo se não for uma ação com álcool”, complementou.

Ferreira garantiu ainda que não é comum utilizar álcool para iniciar ou aquecer o fogo no local. Ele ressaltou que o restaurante é terceirizado e que já conversou com a dona da empresa sobre o uso do álcool.

“É usado o óleo de cozinha, mas não sei porque nesse dia estava com frasco de álcool nas mãos. Ele é um churrasqueiro experiente, não podemos procurar culpados", afirmou.

Uso do óleo de cozinha
Ainda segundo o major, o churrasqueiro poderia ter utilizado o óleo de cozinha – que também não é o mais recomendável – ou uma tampa de panela para abanar e oxigenar o fogo.

"De maneira nenhuma [deveriam ter usado o álcool]. Principalmente em uma situação como essa, onde havia uma aglomeração de público. Mesmo se você estiver sozinho ou isolado deve evitar porque causa muito dano”, argumentou.

Falcão falou também que tem percebido um aumento de acidentes com álcool no Brasil. Segundo ele, devido ao aumento do preço do gás de cozinha as pessoas optam por utilizar o álcool para fazer fogo e cozinhar os alimentos.

“O que se observou também, um fenômeno nacional, foi que o gás de cozinha aumentou bastante o preço e as pessoas têm utilizado do álcool, que é mais barato, para fazer alimentos. Isso tem aumentado o número de queimados nos hospitais, de uma maneira geral, no Brasil todo. Isso é uma prova de que não se deve utilizar álcool para esse tipo de atividade", concluiu.


Por Aline Nascimento, G1 AC

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.